Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas que eu [não te] disse

Tudo o que não consigo dizer, escrevo.

Coisas que eu [não te] disse

Tudo o que não consigo dizer, escrevo.

Os desafios da Abelha

V de Viver

Quando criei este blogue não sabia nada deste mundo da blogosfera. Entretanto, e já por várias vezes, escrevi aqui que isto é fantástico e que se conhecem pessoas maravilhosas e super inspiradoras.

Ana de Deus é uma delas! 

Como já é costume (quem a conhece sabe bem, quem não conhece deve correr agora para o blogue dela porque é maravilhoso) ela costuma desafiar-nos a escrever. Não tenho aderido tanto quanto gostaria (e devia) mas hoje deparei-me com o desafio Receitas para uma vida saudável e não resisti em participar.

Querida Ana, obrigada por nos desafiares. Aqui fica a minha receita em 20 palavras:

 

Rir.

Chorar.

Cantar.

Falar.

Amar.

Muito.

Olhar o mar, o sol, o céu, as estrelas e a lua.

Sentindo-os.

V de Viver

"A vida não é generosa. Para nenhum de nós, no final. Ela coloca peso nos nossos ombros, dificulta os nossos passos. Destrói as coisas que nos são caras e endurece as nossas almas com arrependimento. Não há vencedores na vida. A vida trata-se, em última instância, de perda: da juventude, da beleza. Acima de tudo, porém, das pessoas que você ama. Às vezes acho que não é a passagem dos anos que de facto nos envelhece, mas a passagem das coisas e pessoas queridas. Esse tipo de envelhecimento não pode ser suavizado com agulhas nem disfarçado com preenchimentos. A dor transparece nos olhos. Olhos que viram demais sempre denunciarão os sentimentos."

 

C. J. Tudor, O que Aconteceu com Annie

Pág. 3/3