Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas que eu [não te] disse

Tudo o que não consigo dizer, escrevo.

Coisas que eu [não te] disse

Tudo o que não consigo dizer, escrevo.

"Os Livros Estão Sempre Sós"

V de Viver

Hoje, numa das minhas viagens pelos blogs que mais estimo a fim de colocar as leituras em dia, deparei-me com um post da Calimero que não consigo deixar de partilhar por aqui.

Os Livros Estão Sempre Sós
 
Os livros estão sempre sós. Como nós.
Sofrem o terrível impacto do presente. Como nós.
Têm o dom de consolar, divertir, ferir, queimar. Como nós.
Calam a sua fúria com a sua farsa. Como nós.
Têm fachadas lisas ou não. Como nós.
Formosas, delirantes, horrorosas. Como nós.
Estão ali sendo entretanto. Como nós.
No limiar do esquecimento. Como nós.
Cheios de submissão ao serviço do impossível. Como nós.
 
Os Livros Estão Sempre Sós
Ana Hatherly, in 'Tisanas'
 
Fica aqui o link direto para o post original Os Livros Estão Sempre Sós . Não deixem de passar por lá e apreciar este e outros fantásticos post's que lá se encontram. Maravilhas meus amigos, maravilhas! 
 
Calimero perdoa-me pelo "roubo" mas há coisas que devem ser (muito) partilhadas! 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.