Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas que eu [não te] disse

Tudo o que não consigo dizer, apenas escrever.

Coisas que eu [não te] disse

Tudo o que não consigo dizer, apenas escrever.

21
Out19

Falhei, tá falhado e não se falha mais nisso!


V de Viver

72666754_827804827637939_1368769342379917312_n.jpg

 

Hoje acordei com menos dores (da lesão no pé). Está um dia lindo lá fora. Decidi que iria lavar uma roupa, e já agora dar um “jeitinho” à casa (devido à mobilidade reduzida provocada pela lesão não tenho sido, ultimamente, a fada do lar que costumo ser). Mas não dou inicio à minha “luta” sem antes beber um cafezinho na varanda. E pronto. É ali que a magia acontece. Da minha varanda consigo avistar o mar. Sempre sonhei viver numa casa com vista para o mar. Não é que consigo ter AQUELA vista. Mas vejo-o. E hoje, mais uma vez, foi ali que me chegou aquela sensação de gratidão. Sou muito grata por ter chegado onde cheguei e, principalmente, por ter chegado sozinha. Este ano tenho dado mais importância ao que me falta do que àquilo que já tenho. É isto que quero dizer quando, em posts anteriores, disse que me perdi. Perdi-me sim. E perdi-me porque deixei de agradecer o que tenho. Deixei de agradecer o que já conquistei. Deixei-me levar pela vida e comecei a comparar-me com os outros. Outros esses que não trilharam o mesmo caminho que eu. Que não passaram pelo que eu passei. Não viveram o que eu vivi. E é neste ponto que me apercebo do quanto me deixei levar. Do quanto andei estes meses em piloto automático. Do quanto me permiti não olhar para dentro, não me focar em mim. Falhei. Está falhado. E não se falha mais nisso.

(Imagem: Pinterest)

3 comentários

  • Imagem de perfil

    V de Viver 21.10.2019

    Olá girl, andei mesmo perdida, e acho que esta lesão no pé (sem querer parecer doida ) foi uma forma de o universo me mostrar que eu tenho que dar valor ao que tenho, ao que já conquistei. A verdade é que andava tão absorvida pelo "barulho" da vida que me perdi. Mas este tempo sem "barulho" exterior ajudou-me a pensar no meu "barulho" interior.
    Adorei o que esse estranho te disse e acho que é, não só pelos sítios, mas também pelas pessoas que lá habitam que vale muito a pena viajar.

    Um beijinho, V
  • Imagem de perfil

    girl 21.10.2019

    V.,
    Não pareces nada doida. O nosso corpo tem formas incríveis de nos mostrar o caminho e de nos fazer parar quando, por nós mesmas, jamais pararíamos. :)
    É por causa desse barulho, que tantas vezes nos sufoca, que aprecio cada vez mais o silêncio!
    Beijinho :)
  • Dizer o que penso disto:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Quem é a V?

    Coisas que se disseram por aqui

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D

    Procure à vontade...

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.